Área Classificada – Atmosfera Explosiva

area-classificada

Para a segurança dos operadores do equipamento e do entorno, é importante a avaliação, a identificação e a classificação da probabilidade de áreas de risco onde atmosferas de poeiras explosivas e camadas de poeiras combustíveis estejam presentes. Desta forma é possível obter adequadamente a avaliação das fontes de ignição que possam estar presentes.

          Atmosfera explosiva: área onde exista o risco de explosão, por meio de gases/vapores inflamáveis e/ou presença de fibras/poeiras combustíveis.

          Área classificada: área/região na qual uma atmosfera explosiva esteja presente.

A avaliação das poeiras explosivas e combustíveis é realizada nas condições normais de temperatura e pressão (CNTP), similar ao processo industrial. A quantidade de oxigênio e demais gases atmosféricos não são alterados, replicando o processo industrial.

Poeiras em geral, formam uma atmosfera explosiva somente em concentrações e tamanhos de partículas dentro de uma faixa específica, contudo, durante o processo industrial as nuvens de poeiras possuem densidade e concentração variada. Desta forma, raramente são uniformes e é considerado todas as concentrações possíveis para a avaliação.

Os riscos apresentados por poeiras combustíveis podem ser:

  • Formação de nuvem combustível/explosiva ao contato com fonte de ignição;
  • Formação de camadas de poeiras não susceptíveis a formação de nuvem, mas inflamável se exposta à fonte de ignição (uma camada de poeira em brasa também pode atuar como fonte de ignição de uma atmosfera/nuvem explosiva).

As fontes de ignição devem ser evitadas sempre que verificado a possibilidade de camadas ou nuvem de poeira. Quando não é possível evitar completamente a fonte de ignição, medidas adicionais devem ser tomadas para que a possibilidade de coincidência do risco seja tão baixa que o torne não considerável, e/ou formas de proteção contra a explosão (válvulas de alívio de explosão entre outras).

A classificação das áreas de risco em que se encontram as camadas e nuvens de poeiras é baseada em inúmeros fatores, os principais são:

  • Combustibilidade e explosividade da poeira e da camada;
  • Características físicas das poeiras e camadas;
  • Natureza da liberação/fonte da poeira;
  • Procedimentos de manutenção e limpeza das áreas;
  • Demais informações.

As áreas de atmosfera explosiva são classificadas em zonas de acordo com a frequência e duração da ocorrência da atmosfera de risco. De forma geral são:

  • Zona 20: Local em que a atmosfera explosiva está presente continuamente, Interior de dutos; equipamentos de produção; etc
  • Zona 21: Local em que a atmosfera explosiva pode ocorrer eventualmente, Extensão da zona 20 com provável formação e acúmulo da poeira;
  • Zona 22: Local onde a atmosfera explosiva não é esperada de ocorrer em operação normal, e caso ocorra será por período breve. Extensão da zona 21 ao lado/ambiente com formação e acúmulo de poeira limitado.

Somente equipamentos normalizados podem ser utilizados nas áreas classificas (fixos ou portáteis). Estes equipamentos possuem proteção específica, seu funcionamento atende às exigências e não promove superfície quente ou qualquer outro tipo de fonte ignição.

As proteções para as zonas classificadas 20, 21 e 22 são Da, Db e Dc respectivamente, sendo permitido a utilização de proteção superior em ambientes de menor risco e nunca o inverso.

 

 atm    Para que ocorra uma explosão, vários elementos precisam estar presentes e em determinada faixa de concentração. Removendo um destes elementos previne a explosão, mas não irá necessariamente prevenir o fogo.

Para controlar o risco das áreas classificadas, é necessário manter rotina de manutenção e inspeção periódica pelo período da instalação dos equipamentos.