Determinação dos Riscos

A determinação dos ricos presentes no equipamento foi realizada seguindo as recomendações do anexo B da NBR 14153. Foram analisados os parâmetros de severidade do ferimento, frequência ou tempo de exposição ao perigo e possibilidade de evitar o perigo. Para clarificar tecnicamente conceitos utilizados, a seguintes definições segundo a NBR 14153 são utilizadas:

risco

          Severidade do Ferimento (S1 e S2): Contusões e/ou lacerações, sem complicações devem ser classificadas S1, enquanto que uma amputação ou morte deve ser classificada como S2.

          Frequência e/ou tempo de exposição ao perigo (F1 e F2): Se for necessário acessar regularmente as ferramentas da máquina durante sua operação cíclica, para a alimentação e movimentação de peças, F2 deve ser selecionado, independente se o acesso é realizado por uma ou várias pessoas. Se o acesso for necessário de tempo em tempo, F1 pode ser selecionado.

          Possibilidade de evitar o perigo (P1 e P2): Quando uma situação de perigo ocorre, P1 deve apenas ser selecionado se houver uma chance real de se evitar um acidente ou reduzir significativamente o seu efeito. P2 deve ser selecionado se praticamente não houver chance de se evitar o perigo.

Outros fatores devem ser levados em consideração:

  • Velocidade com que o perigo aparece, por exemplo, rapidamente ou lentamente;
  • Operação por especialistas ou por não profissionais;
  • Operação com ou sem supervisão;
  • Possibilidades de se evitar o perigo, por exemplo, por fuga ou por intervenção de terceiros;
  • Experiências práticas de segurança relativas ao processo.